Fábio Ramalho reafirma que saúde, educação e assistência social serão prioridades no início da gestão em Lagoa Seca

O prefeito eleito de Lagoa Seca, Fábio Ramalho da Silva (PSDB) concedeu entrevista na tarde desta sexta-feira (30) aos jornalistas Josusmar Barbosa, Hiran Barbosa e Joãozito Silva, no Jornal 1050 da Radio Caturité AM de Campina Grande e destacou suas prioridades administrativas para o início de sua gestão.

Ele revelou que os primeiros dias de trabalho prometem ser repletos de muitos desafios, no entanto, as áreas de saúde, educação e assistência social terão ações emergências e prioritárias. "Queremos começar trabalhando de forma intensa para garantir os direitos da população, principalmente o acesso a serviços de saúde. O Hospital Municipal Ana Maria Coutinho, que está completamente abandonado terá uma atenção especial. Temos mais de 20 leitos naquela unidade que atualmente não atende a ninguém. O mesmo quadro de descaso acontece com os postos de saúde. Atualmente temos 10 PSFs que não possuem a estrutura necessária. Encontramos até bons profissionais, mas falta incentivo e condições de trabalho", disse. 

Fábio também confirmou que terá um olhar especial para educação e assistência social logo nos primeiros dias de governo. "Vamos governar para quem mais precisa. Queremos que a prefeitura esteja preocupada em melhorar a vida das pessoas", afirmou.

O futuro prefeito de Lagoa Seca também destacou a importância do controle de gastos e confirmou que irá reduzir o número de funcionários comissionados e prestadores de serviços. "Não quero ser prefeito para administrar apenas uma folha de pagamento. Quero e preciso ser um gestor que irá cuidar da coisa pública com responsabilidade e compromisso" completou.

A posse de Fábio Ramalho e Dalva Lucena está marcada para o próximo domingo, dia 01, a partir das 17h00, em solenidade que acontece no Ginásio de Esportes da cidade.

Ascom

0 comentários: