MPT viabiliza cursos de capacitação para internos do Lar do Garoto em Lagoa Seca

Os internos do Centro de Reabilitação Lar do Garoto, em Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba, vão poder participar de cinco cursos técnicos de formação e capacitação, enquanto cumprem suas medidas socioeducativas. Os cursos são oferecidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em uma iniciativa do Ministério Público do Trabalho (MPT), e têm início a partir do fim de novembro.

Vão ser ofertados os cursos de confeiteiro, instalador hidrossanitário, operador de microcomputador, costureiro de máquinas industriais e montador de calçados, no período de novembro de 2016 a fevereiro de 2017, podendo ocorrer alterações. O Programa faz parte do projeto “Aprendizagem no Sistema Socioeducativo”, desenvolvido pelo MPT.

A iniciativa partiu do Ministério Público do Trabalho em Campina Grande, por meio do procurador do Trabalho, Raulino Maracajá. Segundo ele, a intenção é fornecer aos internos cursos profissionalizantes que lhes deem oportunidades de trabalho no futuro. Por falta de conhecimentos ou oportunidade, de acordo com o procurador, muitos jovens em situação de vulnerabilidade não chegam a ingressar no mercado de trabalho. Ainda segundo o MPT, muitas empresas não cumprem a cota de aprendizes exigida por lei.

Financiamento dos cursos


Os cursos oferecidos aos internos do Lar do Garoto estão sendo financiados com a destinação de multas trabalhistas pagas pela por uma empresa de Campina Grande, por eventual descumprimento de Termo de Compromisso, em um valor de cerca de R$ 50 mil. Como primeira etapa de implementação do projeto “Aprendizagem no Sistema Socioeducativo”, serão disponibilizados os cursos de capacitação, que não são obrigatórios e não concedem bolsa ou carteira assinada, como no caso dos cursos de aprendizagem.

Do G1

0 comentários: