Neste domingo: devotos da Virgem dos Pobres festejam seu dia. Milhares de fieis são esperados em Lagoa Seca

A comunidade católica de Lagoa Seca celebra, neste domingo, 16, o dia da Virgem dos Pobres. A devoção à santa remonta desde o final da década de 50, quando a imagem foi trazida para a cidade por frei Pascoal Becker, OFM, em visita ao Brasil e passagem pelo Convento Ipuarana, a serviço da Ordem Franciscana.

Tradicionalmente, sempre no segundo domingo do mês de outubro, católicos de Lagoa Seca comemoram o dia da santa, sempre com reza do terço, procissão e missa. Para amanhã, está previsto às 15h30 a recitação do terço na Capela do Convento Ipuarana. Em seguida, os devotos seguem em procissão até a Gruta da Virgem dos Pobres, às margens da BR 104 Norte, onde acontecerá, às 17h00, celebração da Santa Missa, presidida pelo Frei Francisco, vigário da Paróquia de Nossa Senha do Perpétuo Socorro.

São esperados muitos devotos que se deslocam de várias cidades da região metropolitana de Campina Grande para a Gruta da Virgem dos Pobres, quando muitos vão agradecer por meio de milagres as graças alcançadas por intercessão da santa.

Para este domingo, todo um esquema de segurança na BB 104 Norte será montado. As polícias Militar e Rodoviária Federal estarão organizando o trânsito e orientando os fiéis.

Histórico

Em 1933, Banneux, uma pequena aldeia da Bélgica, recebeu a aparição da Virgem dos Pobres. Ela foi revelada oito vezes a menina Marieta, que tinha doze anos de idade e pertencia a uma família muito pobre. A imagem aparecia à menina e pedia a ela orações. Certo dia, em uma das aparições, Marieta perguntou: Quem sois vós, bela Senhora? E ela respondeu: Eu sou a Vigem dos Pobres! Nove anos após as aparições, em 22 de agosto de 1949, Roma reconheceu a veracidade das aparições da Virgem de Banneux.

A Gruta da Virgem dos Pobres, localizada na entrada do Convento Ipuarana e às margens da BR 104 Norte, em Lagoa Seca, foi inaugurada em 19 de outubro de 1958. Atualmente, é bastante frequentada por devotos de toda região. No local, missas e novenas são realizadas semanalmente.

Da redação

0 comentários: