Eleições 2016: ex-prefeitos de Lagoa Seca participam de comício de Fábio Ramalho e reafirmam apoio ao projeto político da Coligação Esperança De Um Novo Tempo

Imbuídos do sentimento de mudança e do desejo de transformar a cidade, além da maioria do povo de Lagoa Seca e de muitas lideranças, os ex-prefeitos Edvardo Herculano, Pedro do Pão e Bola Coutinho estão firmes no propósito de resgatar a auto-estima dos moradores do município. A prova disso é o apoio irrestrito desses agentes políticos em prol da candidatura a prefeito de Fábio Ramalho e dos candidatos a vereadores da Coligação ‘Esperança De Um Novo Tempo’.

Saiba, agora, o que essas lideranças falaram no maior comício da história política de Lagoa Seca, realizado neste domingo (28), na rua José Caetano de Andrade, para uma multidão atenta e vibrante.

A seqüência de oradores que sucederam ao longo do comício foi aberta com a fala do ex-prefeito Edvardo Herculano (PSDB), que foi conduzido ao encontro do povo por Dalva Lucena, que a todo tempo ficou ao seu lado, em cima da passarela no palanque, enquanto falava. Ao dá início ao seu discurso, cumprimentou a todos os presentes, de modo especial aos habitantes e eleitores de Lagoa Seca. Dirigiu-se, com carinho, ao seu candidato a prefeito Fábio Ramalho, que o chamou de querido colega e grande amigo de longas datas, em quem deposita total confiança.

Ao dirigir-se a Dalva Lucena de Lima, sua companheira e esposa, destacou os grandes méritos enquanto auxilar de sua gestão (secretária de finanças) quando esteve (Edvardo Herculano) à frente da Prefeitura Municipal de Lagoa Seca. "A ela, agradeço a dedicação, o carinho e os conselhos, os quais foram importantes para a superação de muitos problemas enfrentados na condição de prefeito deste município. Não tenho dúvidas, meu caro Fábio, que Dalva irá te ajudar muito, pois ela tem competência para isso", disse.

Na ocasião, Edvardo Herculano justificou um pouco de sua ausência no pleito eleitoral em função de sua saúde, que, por recomendação médica, mandou que ficasse em repouso por uns dias. No entanto, manifestou sua alegria em ver uma grande multidão em pleno domingo, na cidade que lhe viu nascer, crescer e servir. O ex-prefeito ainda disse emocionado: “estou aqui não para dizer o que fiz ou deixei de fazer, mas, para reafirmar nosso compromisso com Lagoa Seca através de Fábio e Dalva, a quem o povo lhe outorgará a confiança de dirigir os destinos de seu povo para os próximos anos, se Deus quiser. Nesse sentido, peço que dêm um voto de confiança em nossos candidatos".

Seguro e enfático, Edvardo relembrou muitas de suas ações e obras quando governou o município, mas, disse, também, está muito triste em ver muita coisa abandonada. Dentre as ações destacadas pelo ex-gestor, lembrou o zelo que sempre teve com a saúde da população. “Lamentamos profundamente o estado de saúde do município. Nosso hospital está praticamente sem funcionar. Tudo que fizemos por ele foi destruído. Falta médico, remédio, falta quase tudo. A mesma coisa acontece nos postos de saúde, nas escolas, na infra-estrutura, no transporte, na agricultura; lamentavelmente, nada anda bem", disse em tom de desabafo. 

Por fim, o ex-gestor conclamou a todos os presentes a seguirem firmes nessa caminhada rumo à mudança, exortando da necessidade da cidade vir a ser o que era antes. "Não acreditem naqueles que só prometem e não fazem nada. Tenho certeza que essa multidão que está não vai se decepcionar com Fábio e Dalva".

Ao ser chamado para fazer uso da palavra, o ex-prefeito Pedro do Pão (PMB) iniciou sua fala comparando a campanha de Fábio com as olimpíadas, que acabou de terminar, quando disse que o maior evento mundial do esporte é um grande promotor da paz. "Nos estamos simplesmente hoje aqui para pedir a paz para Lagoa Seca e para os lares de todas as famílias lagaosequenses", disse.

Com sua oratória contundente, feita uma navalha, foi enfático ao afirmar que, “o candidato de lá, que vem a ser o candidato do prefeito, nega o apoio à sua candidatura. Por que será?”, indagou. Arrematou dizendo: “nega, porque o povo lhe renega. O povo não quer saber de quem dá as costas, de quem trai, de quem despreza os amigos e o povo”.

Ainda em seu discurso, Pedro disse que Lagoa Seca está abandonada. "Nossa cidade, em cada rua, quando não tem uma ruma de lixo, tem um entulho de lixo. Nunca se viu tanta calamidade nessa cidade. Vamos esquecer essas mazelas e pensar no futuro. O futuro é Fábio. O futuro está nãos mãos de Fábio. Atentai bem para o que eu vou dizer agora: nós andamos de casa em casa. Percebemos muitas pessoas decepcionadas e não querem mais votar em prefeito. Só faz menos de quatro anos que esse moço foi eleito e se você, Fábio, for igual ou pior, daqui a quatro anos, ninguém tem mais coragem para sair pelo município pedindo voto pra alguém. Mesmo diante de tudo isso, eu espero, meu caro Fábio, pela sua coerência, de onde você veio, aonde você está, pra onde você vai, tenho a mais absoluta certeza de que, daqui a quatro anos pra frente - o povo que está aqui e essa rua - será pequena para lhe receber e aplaudir pela sua administração".

O ex-prefeito concluiu fazendo um apelo: "vote nos candidatos a vereador de Fábio para que ele possa fazer uma grande administração por Lagoa Seca".

Já Bola Coutinho (PT do B), grande liderança política e por quatro vezes prefeito de Lagoa Seca, ao ser anunciando para falar foi verdadeiramente ovacionado pela grande massa presente ao primeiro grande comício. Diante de muitos gritos e palmas, Bola começou seu discurso agradecendo a Deus pelo restabelecimento de sua saúde e de está falando aos seus conterrâneos naquele momento. Na ocasião, reafirmou seu apoio às candidaturas da oposição, dizendo que já trouxe para apoiar Fábio e Dalva mais de oitenta por cento de seus amigos. 

Em seu pronunciamento destacou a unidade das oposições, junto com o povo, para enfrentar o governo do atraso implantado no município, que está com os dias contados. "Me orgulho dessa união, a maior da história, pelo bem de Lagoa Seca", ressaltou. Na ocasião, pediu para Fábio, em sendo eleito, cuidar bem da saúde do povo de Lagoa Seca, a começar pela reforma do hospital e dos postos de saúde. Pediu ainda pela segurança, tanto da zona rural como da zona urbana, para dá condições da população de viver em paz.

Após o término do comício, que transcorreu na mais perfeita paz, muita gente se dispersou do local para suas residências, outros se dirigiram às suas igrejas e muitos permaneceram no centro da cidade, se confraternizando.

De acordo com os organizadores do evento, tudo transcorreu dentro do previsto e da normalidade. Nenhuma ocorrência policial foi registrada.

Da redação,
com assessoria

0 comentários: