Eleições 2012: grupos de oposição se unem e oficializam as candidaturas de Fábio Ramalho e Dalva Lucena à Prefeitura de Lagoa Seca. Coligação denominada “Esperança De Um Novo Tempo” reune 12 partidos

Discursos inflamados contra a atual gestão de Lagoa Seca por lideranças tucanas e de outras siglas partidárias marcaram o início da convenção municipal do PSDB neste domingo (31), ocasião em que foram homologos os nomes de Fábio Ramalho (PSDB) e Dalva Lucena (PSD), candidatos a prefeito e vice, respectivamente. Mais de duas mil pessoas participaram do evento político, que aconteceu na Escola Estadual Francisca Martiniano da Rocha. 

Na convenção tida como “histórica” para muitos, uma vez que estavam reunidas várias forças políticas do município e do estado, Lagoa Seca se vestiu de amarelo e azul para celebrar a união das principais lideranças políticas do município, que há mais de 20 anos estiveram em palanques diferentes. Trata-se dos ex-prefeitos Edvardo Herculano e Bola Coutinho, que agora marcham junto no apoio ao prefeitável Fábio Ramalho.

Durante algumas falas, vale destacar a do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que em seu rápido pronunciamento disse está unido a Fábio Ramalho, como novo prefeito de Lagoa Seca, a partir de primeiro de janeiro de 2017. "Lagoa Seca não pode retroceder, ela tem que corrigir um erro de quatro anos atrás. O resultado da mal escolha está ai: uma cidade destruída, uma gestão desastrosa. Quero ser para Lagoa Seca um prefeito ao lado de Fábio Ramalho. Em Brasília, estaremos juntos lutando pelos recursos necessários para o município". O parlamentar destacou a importância da população eleger uma bancada forte na Câmara de Vereadores para apoiar os projetos do futuro prefeito de Lagoa Seca.

O deputado federal Pedro Cunha Lima também seguiu a linha de raciocínio do pai, quando afirmou que "deseja muito ajudar Fábio Ramalho. "Parece que já estou vendo o futuro prefeito de Lagoa Seca desembarcando no Aeroporto de Brasília e indo buscá-lo para meu apartamento, que se transformará em seu gabinete na Capital Federal. Vamos está juntos buscando as melhoras necessárias para o nosso município, o qual tenho uma relação afetiva desde minha infância".

O deputado licenciado e atual chefe de gabinete da Prefeitura Municipal de Campina Grande, Manuel Ludgério (PSD) afirmou, com entusiasmo, sua forte ligação com Lagoa Seca desde os primeiros momentos que se iniciou na vida pública. "Foi aqui, em Lagoa Seca, através da mãos do eterno prefeito e amigo Edvardo Herculano (PSDB), quando poucos acreditavam em mim, que fui levado de casa em casa, apresentado aos amigos e não deu outra, fui eleito deputado estadual, em meu primeiro mandato, com uma expressiva maioria, graças a votação obtida neste município. Por isso estamos aqui para reafirmar nosso compromisso em está ao lado de Fábio e Dalva, que chamo de minha prima, pela mudança de Lagoa Seca. Aonde eu estiver, contem comigo", disse.

Já o deputado estadual Guilherme Almeida (PSC) disse está firme no apoio ao projeto político da aposição e apoio Fábio Ramalho e Dalva Lucena para resgatar a alto estima da população, nesse momento de descrético dos agentes políticos de todo país. "Peço desculpa à população de Lagoa Seca pelo equívico cometido ao apoiar um candidato na última eleição que só implantou o desgoverno no município. Acahávamos que a experiência da iniciativa privada iria aplicar no setor público, mas, infelizmente, foi um desastre desse cidadão que aí se encontra", bombardeou Almeida.

O ex-prefeito Bola Coutinho (PT do B) foi econômico nas palavras e disse está feliz em está no grupo que vai governar Lagoa Seca, a partir de janeiro, pelos próximos quadro anos. "Desisti de minha candidatura por causa dos conselhos do meu médico, que pediu-me pra não mais disputar eleições. Mas estamos aqui, unidos pelo povo de nosso município, apoiando Fábio Ramalho. Abraçarei a candidatura do menino de Campinote como se fosse a minha. Visitarei todos os meus amigos, indo de casa em casa. Vamos vencer essa eleição, se Deus quiser". O líder político e ex-prefeito foi bastante ovacionado.

Pedro do Pão (PMN), também ex-prefeito de Lagoa Seca também manifestou, em sua fala, durante a convenção, seu desejo de mudanças profundas em Lagoa Seca, "pois do jeito que está não pode ficar", afirmou. Sempre cirúrgico em suas falas, o ex-gestor também empolgou a plateia em sua fala, quando enalteceu as qualidades de Fábio Ramalho. "Estamos no caminho certo, a vitória será do povo e com ele governaremos juntos", resumiu.

O prefeito Edvardo Herculano (PSDB) , ao discorrer sobre Fábio Ramalho disse acreditar no seu potencial, nas suas qualidades e no seu caráter: "fizemos um pacto de confiança e de trabalho, por isso, estamos unidos por um ideal maior, que é o de resgatar a governabilidade de Lagoa Seca, proporcionando a todos os munícipes uma melhor qualidade de vida".

Edvardo conclamou a militância para empenhar-se na campanha, dizendo "que a luta não é fácil". Por fim, ele deixou algo no ar: "tenho muito o que falar, esse não é o lugar; as mágoas estão guardadas, no momento oportuno, falarei", desabafou o ex-prefeito.

No evento político ficou definido o nome da coligação como sendo “Esperança De Um Novo Tempo” formada pelos seguintes partidos: PSDB, PMB, PSL, PSDC, DEM, PSD, PP, PR, PPS, PT do B e PSDC. Na proporcional, foram lançados candidatos a vereadores em dois blocos, denominados: "Esperança De Um Novo Tempo I" (PSDB, PMB, PSL e DEM) e "Esperança de Um Novo Tempo II" (PSD, PP, PR, PPS, PT do B e PSDC). Serão lançados 21 candidatos a vereadores.

Da ascom,
com redação

0 comentários: