Assaltos em Lagoa Seca: granjas e sítios, na zona rural, são alvos prediletos dos bandidos. O clima é de total insegurança...

As invasões à granjas e sítios no município de Lagoa Seca, no Agreste paraibano, são uma constante nos últimos tempos. Moradores e proprietários vivem assustados. Alguns já começam a deixar seus imóveis, enquanto outros já pensam em vendê-los, pela falta constante de segurança na região. 

Para constatar essa realidade, na tarde desta quarta-feira (17), por volta das 15h00, dois homens invadiram a granja do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues. A propriedade fica no Sítio Covão, zona rural. Os bandidos amarraram o caseiro, sua mulher e seu filho de nove anos, que tiveram os pés e as mãos amarrados. Por muito tempo, as vítimas tiveram as armas apontadas para a cabeça. Os vizinhos perceberam a movimentação e chamaram a polícia. Os assaltantes fugiram levando uma TV, celulares e outros pertences. Um outro elemento, usando jaqueta de mototaxista dava apoio, fugiu do local. O outro bandido se embrenhou num matagal e não foi localizado pela polícia.

Uma viatura da Polícia Civil, com dois policiais, que daria apoio na caça aos bandidos, acabou capotando e colidiu num muro de uma residência entre o Sítio Covão e o Bairro das Nações, de Campina Grande. No acidente, ninguém se feriu. Outra viatura chegou ao local para dá assistência aos policiais.

Antes, durante a madrugada, dois ladrões invadiram outra granja na comunidade Alvinho, também na zona rural de Lagoa Seca e roubaram 3 mil reais. Os ladrões arrobaram uma janela da casa, fizeram uma mulher e o filho de refém para, sob ameaça, levar o dinheiro do dono da propriedade.

Com redação

0 comentários: