Jovens agricultores de Lagoa Seca participarão da I Marcha da Juventude Camponesa na Luta pela Agroecologia, em Remígio, no Brejo paraibano

No ano em que o Polo da Borborema, uma articulação de 14 sindicatos de trabalhadores rurais da região da Borborema, completa 20 anos de existência, sua Comissão de Jovens realizará, na próxima quinta-feira, dia 28, em Remígio, no Brejo paraibano, a partir das 08h00, a “I Marcha da Juventude Camponesa na Luta pela Agroecologia”.

A Marcha pretende reunir cerca de mil jovens agricultores vindos dos 14 municípios de atuação do Polo. O município de Lagoa Seca, através de sua entidades representativa ligadas aos camponeses deverá enviar cerca de 100 jovens para a marcha. Será um momento de fortalecimento da identidade camponesa da juventude, além de dar visibilidade ao trabalho dos jovens agricultores, suas potencialidades e desafios e promover a agroecologia enquanto modo de vida e modelo de produção de alimentos.

A concentração do público da marcha acontecerá em um palco montado na Rua Bento Vitório, ao lado da Igreja Matriz, no Centro da cidade. A partir das 08h00, terá início com a acolhida às caravanas e às 09h00, abertura oficial do evento. Em seguida haverá depoimentos de jovens camponeses falando sobre a sua experiência na agricultura.

As 9h30 os jovens sairão em marcha pelas ruas centrais da cidade acompanhados de carro de som, faixas, bandeiras e estandartes até a Rua Joaquim Cavalcante de Morais, também no Centro da cidade. No local, onde tradicionalmente acontece a Feira Agroecológica do município, além de um segundo palco, acontecerá a II Feira Agroecológica e Cultural da Juventude Camponesa, onde estarão montadas 16 barracas para venda e exposição de produtos e experiências dos jovens.

Paralelamente à feira, acontecerão apresentações culturais como capoeira, ciranda, boi de reis, grafitagem, poesia e aboio entre outras expressões da cultura local dos municípios da região. Um trio de forró, formado por jovens de Remígio, também irá se apresentar. Estão previstas ainda três oficinas temáticas: aplicação em serigrafia, transgênicos (com a realização de testes de transgenia) e reutilização de materiais recicláveis como pneus e garrafas pet para a produção de canteiros horizontais e verticais. O encerramento está previsto para as 12h30.

A marcha é uma realização do Polo da Borborema com apoio da AS-PTA e Prefeitura Municipal de Remígio e das agências de cooperação internacional Comitê Católico Contra a Fome e a Favor do Desenvolvimento (CCFD), ActionAid, terre des hommes schweiz e Cofinanciamento da União Europeia.

Com assessoria

0 comentários: