Utilidade Pública e Cidadania: Conheça o CREAS de Lagoa Seca e seus serviços

CREAS é o Centro Especializado de Assistência Social. É uma unidade pública estatal responsável pela oferta de orientação e apoio especializados e continuados a indivíduos e famílias com seus direitos violados. Para isso, envolve um conjunto de profissionais e processos de trabalho que devem ofertar apoio e acompanhamento especializado. O principal objetivo é o resgate da família, e dos direitos violados, potencializando sua capacidade de proteção aos seus membros.

Quais os objetivos do CREAS?

O principal objetivo é o resgate da família, potencializando sua capacidade de proteção aos seus membros. Fortalecer a autoestima dos indivíduos usuários, e seus familiares, para que haja fortalecimento entre os membros da família dos usuários, e reinserção dos mesmos na sociedade. 

Quem pode ser atendido no CREAS?

Crianças, adolescentes, idosos, mulheres e quaisquer pessoas que tenha sofrido violação de seus direitos. E aos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, sendo Prestação de serviço ou Liberdade Assistida.

Quais os serviços oferecidos pelo CREAS?

Oferece proteção social aos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa. Neste serviço, adolescentes e jovens em descumprimento com a lei, ao cumprir medida socioeducativa, serão acompanhados pela equipe técnica do CREAS, a fim de construir e reconstruir seus projetos de vida, com a finalidade de não retornarem a prática do ato infracional. 

E também oferece Proteção e Atendimento Especializado a Família e Indivíduos (PAEFI). O PAEFI é um serviço de apoio, orientação e acompanhamento a famílias com um ou mais de seus membros em situação de ameaça ou violação de direitos. A equipe do CREAS acompanha as famílias, buscando auxiliá-las no rompimento do ciclo de violação dos direitos em seu interior, prevenindo reincidências, fortalecendo seu papel de proteção e restabelecendo a autonomia de seus membros.

Quem faz parte da equipe do CREAS?

O CREAS de Lagoa Seca, subordinado à Secretaria de Assistência Social do município, conta com uma equipe de profissionais multidisciplinar: dois assistentes sociais (Eliane Nascimento e Paula Alessandra), duas educadoras sociais (Juciana Demétrio e Thaís Leal), uma psicóloga (Auderina Alves), um advogado, (Rodolfho Moura).  É coordenado por Jefferson Emanuel, com apoio operacional de  Edcleide Silvestre.

Em Lagoa Seca o CREAS trabalha com vítimas de violação de direitos, crianças, idosos, mulheres, adolescentes em cumprimento de MSE. Atua, de forma auxiliar, com o Ministério Público, órgãos de segurança (Poder Judiciário, delegacias), Conselho Tutelar, Denúncias Disque 100, Disque 123 (PB), Serviços da Rede Socioassistencial, dentre outros.

Está localizado na  rua José Pereira Rocha, 240, no bairro do Morro. Telefone: (83) 3366-1431. Seu horário de funcionamento é das 08h00 às 17h00.

Como são realizadas as intervenções no CREAS?

Todas as intervenções realizadas pela equipe com os usuários do CREAS são personalizadas, respeitando crenças, cultura e realidade de cada pessoa ou família, no sentido de auxiliar esta pessoa ou família da melhor forma.

Quais são as principais ações do CREAS?

• Acolhida a escuta qualificada individual, voltada para a identificação de
necessidades de indivíduos e famílias;
• Produção de materiais educativos com suporte aos serviços;
• Realização de cursos de capacitação para equipes multiprofissionais;
• Realização de visitas domiciliares;
• Atendimento sócio-familiar;
• Atendimento Psicossocial individual e em grupos de usuários e suas famílias, inclusive com orientação jurídico-social em casos de ameaça ou violação de direitos individuais e coletivos;
• Monitoramento da presença do trabalho infantil e das diversas formas de negligência, abuso e exploração, mediante abordagem de agentes institucionais em vias publica e locais identificados pela existência de situações de risco;
• Realização de palestras, divulgação e prevenção com objetivo de combater a violência e exploração sexual contra adolescentes.

Da redação

0 comentários: