UEPB forma 79 novos técnicos em Agropecuária da Escola Agrícola Assis Chateaubriand de Lagoa Seca

Setenta e nove novos técnicos em Agropecuária formados pela Escola Agrícola Assis Chateaubriand (EAAC) do Câmpus II da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Lagoa Seca, participaram nesta quarta-feira, 1º de julho, da solenidade de Colação de Grau, que lhes conferiu o diploma de nível técnico e os tornou aptos para ingressar no mercado de trabalho. A cerimônia foi presidida pela pró-reitoria de Ensino Médio, Técnico e Educação à Distância, professora Eliane Moura, que na ocasião representou o reitor Rangel Junior.

Amigos e familiares dos novos técnicos prestigiaram a Colação de Grau, que foi marcada pelo discurso de conquistas por uma etapa concluída e que dá início a um novo ciclo na vida dos concluintes. O patrono das turmas foi o deputado estadual Adriano Galdino, que na ocasião foi representado pelo diretor do Centro de Ciências Agrárias e Ambientais (CCAA), professor Suenildo Jósemo Costa de Oliveira.

A estudante Graziela Araújo Correia foi a juramentista da turma. Como Orador Oficial, o concluinte Robson Pereira de Oliveira destacou o incentivo que cada aluno recebeu para chegar a obter o diploma. Ele agradeceu aos professores pela dedicação com a qual transmitiram seus conhecimentos e ressaltou o papel significativo da Universidade, que lhes possibilitou acesso a um curso importante, que permitirá a evolução profissional e pessoal dos novos técnicos em Agropecuária. “Vamos voar mais alto e buscar mais conhecimento, porque a Educação é o que pode mudar o mundo”, frisou.

O diretor da Escola Agrícola Assis Chateaubriand, José Félix de Brito Neto, destacou que o momento era de conquista e chamou a atenção para o compromisso que cada concluinte, agora como profissionais formados, devem ter com o conhecimento que adquiriram na UEPB. “Vocês têm a responsabilidade de alimentar a nação utilizando a terra, os recursos naturais, sobretudo respeitando a natureza, o meio ambiente, o homem do campo e sua ligação com o solo. Com as técnicas que vocês aprenderam na Universidade, vocês passam a ter o papel de renovar a população rural e fazer aprimorar a produção agropecuária”, disse o professor.

 professora Eliane Moura, presidente da solenidade, ressaltou a importância de cada formando entender o momento de conclusão do curso como o primeiro passo de um futuro promissor, onde os novos profissionais passarão a ter a chance de colocar em prática tudo o que aprenderam na UEPB e mostrar ao mundo as suas competências. Ao final da cerimônia, o professor José Félix de Brito Neto conferiu o grau acadêmico de Técnico em Agropecuária a concluinte Genilma Maria Gonçalves da Rocha, que representou todos os formandos.

Por Tatiana Brandão

0 comentários: