No Convento Ipuarana: festa de Santo Antônio terá culminância nesta segunda-feira, dia 13

Com o tema "Santo Antônio, reflexo da misericórdia do Pai", a comunidade religiosa franciscana do Convento Ipuarana da cidade de Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba celebra, desde o 1º dia no mês de junho, o trezenário e festa do seu patrono. A culminância do evento religioso será amanhã, 13, dia do santo, quando o povo católico do município e da região estarão encerrando as festividades em homenagem ao santo, padroeiro dos namorados.

Durante treze dias são celebradas novenas e missas no capela do Convento. No pátio, o lado social dá o tom da festa, com realização de shows com artistas locais, quermesses, apresentações culturais e leilões. Muitas pessoas da comunidade acorrem para o local, para se confraternizarem.

Neste domingo, 12, dia dos namorados, às 19h00 haverá celebração da santa missa, presidida pelo vigário da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, frei Francisco, OFM. Os noiteiros de hoje são: Pastoral Familiar, Noivos e ECC. Os padrinhos: Maria das Neves Mariano e família, José Armando e família. 

Amanhã, dia 13, a partir das 18h30, acontece a tradicional procissão com a imagem de Santo Antônio saindo da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Centro da cidade, em direção ao Convento Ipuarana. No local, acontecerá a concelebração da santa missa, presidida pelo frei Alexandre, OFM. Vários religiosos do Convento participarão da liturgia, que será transmitida ao vivo pela Rádio Ypuarana FM, através do site www.radioypuaranafm.com.br. Os noiteiros serão os paroquianos de Lagoa Seca, Alagoa Nova, Campina Grande e Esperança. Os padrinhos: Manoel Gaião e família, Gilson Brandão e família e Balbina e família. 

Para frei Alexandre, prior e administrador do Convento Ipuarana, a festa do padroeiro do Convento Seráfico Santo Antônio é um momento de celebração e confraternização entre todos os lagoasequenses, em especial, os devotos do santo. Além disso, ressalta o religioso franciscano - "o santo é bastante popular em nossa região, tendo em vista que sua festa está inserida dentro das tradições culturais nesse período de festas joaninas, tornando-se, portanto, um momento que nos torna mais próximos de Deus. Isso é motivo de júbilo e esperança". 

Frei Alexandre aproveita para agradecer a todos que, de forma direta e indireta muito contribuíram para a realização desse importante evento religioso da comunidade. "Àqueles que colaboraram com suas ofertas e doações, através dos leilões realizados durante as noites festivas, nossa gratidão; àqueles que vieram celebrar conosco nos momentos de orações e aos noiteiros, nosso agradecimento especial", disse.

Sobre Santo Antônio

Santo Antônio de Lisboa, ou Santo Antônio de Pádua nasceu em Lisboa no dia 15 de agosto, provavelmente entre os anos de 1191 e 1195.  

Este é considerado um dos santos mais populares entre os brasileiros e portugueses. No Brasil, Santo Antônio é conhecido por ser o "Santo Casamenteiro", sendo que o Dia dos Namorados é comemorado no dia 12 de junho no Brasil por ser a véspera do Dia de Santo Antônio. De acordo com a crendice popular brasileira, neste dia as pessoas que desejam casar ou conseguir um namorado preparam simpatias para Santo Antônio, acompanhadas de orações.

O Dia de Santo Antônio é comemorado a 13 de junho por ser a data de sua morte. Santo Antônio morreu em Pádua, na Itália, no dia 13 de junho do ano de 1231.

Santo Antônio foi inicialmente um frade agostiniano, tendo mais tarde entrado na ordem Franciscana (1220).

Foi muito conhecido pela sua vida despojada de riquezas, apesar de ter nascido em uma família afluente. O seu trabalho com os pobres foi essencial para que fosse rapidamente reconhecido como santo após sua morte.

A canonização de Santo Antônio aconteceu poucos anos após sua morte, e muitos consideram que terá sido uma das canonizações mais rápidas da história.

O Dia de Santo Antônio faz parte das celebrações das festas juninas, assim como o dia de São João, de São Pedro e de São Paulo.

Da redação

0 comentários: