Jovens camponeses de Lagoa Seca participam da I Feira Agroecológica e Cultural da Juventude Camponesa do Polo da Borborema

Vários jovens camponese do município de Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba, participarão da  Primeira Feira Agroecológica e Cultural da Juventude Camponesa do Polo da Borborema. A atividade será organizado pela Comissão de Jovens do Polo da Borborema, uma articulação de 14 sindicatos rurais da Região da Borborema e acontecerá, nesta quinta-feira (30), das 6h às 12h, na rua Rogaciano Nunes, no Centro da cidade de Massaranduba.

O evento contará com um público de 150 jovens e tem como objetivos: dar visibilidade ao trabalho e à produção dos jovens agricultores; afirmar para a cidade a importância da agricultura familiar e da agroecologia para a produção de alimentos e fortalecer a cultura camponesa e seu modo de vida. O evento será realizado em parceria com o Núcleo de Infância e Juventude da AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia, que há 20 anos assessora o Polo da Borborema em seu trabalho de fortalecimento da agricultura familiar de base agroecológica.

Além de cerca de 20 barracas com exposição e comercialização de produtos e de experiências, a programação da feira contará com apresentações culturais como teatro, ciranda, capoeira e quadrilha junina, entre outras. As 8h haverá a abertura oficial do evento, que terá ainda depoimentos de jovens sobre sua experiência enquanto agricultoras e agricultores e quatro oficinas práticas sobre os temas: Reutilização de pneus, horta vertical, transgênicos e apicultura e meliponicultura.

A Feira integra um conjunto de atividades de preparação para a Primeira Marcha da Juventude Camponesa - na luta pela agroecologia, que acontecerá no dia 28 de julho, na cidade de Remígio, no Brejo do Estado e deve reunir cerca de mil jovens dos municípios de atuação do Polo da Borborema. Na ocasião da marcha acontecerá a II Feira Agroecológica e Cultural da Juventude, ambas contam com o apoio do Projeto Sementes do Saber, com apoio do Comitê Católico Contra a Fome a Favor do Desenvolvimento (CCFD) da França e co-financiamento da União Europeia.

Com assessoria

0 comentários: