Eleições 2016: dois ex-vereadores e ex-aliados do prefeito Tadeu anunciam, amanhã, adesão ao projeto político de Fábio e Dalva

O ex-vereador e ex-secretário de Infraestrutura do atual prefeito José Tadeu (PSB), Raminho Cavalcante (PRTB) aderiu de vez às candidaturas de Fábio Ramalho e Dalva Lucena, cujos nomes serão lançados, oficialmente, neste domingo, 15, como candidatos a prefeito e vice, respectivamente. A chapa de oposição, que concorre a Prefeitura Municipal de Lagoa Seca, promete ser um evento marcante para os aliados e simpatizantes. 

Raminho Cavalcanti, que já exerceu o cargo de vereador por quatro mandatos, pretende, esse ano, retornar à Casa Napoleão Coutinho.

O ex-vereador diz está muito contente em ter retornado ao grupo do ex-prefeito Herculano e promete arregaçar as mangas, cair em campo para que Fábio saia vitorioso na próxima eleição.

Já ex-vereador  Nilton  César (PTN),  que esteve junto com o atual prefeito José Tadeu (PSB) no último pleito municipal em 2012, promete voltar à cena política local, agora, ao lado do pré-candidato Fábio Ramalho, que lidera a chapa de oposição, que concorrerá em outubro vindouro, a Prefeitura Municipal de Lagoa Seca.  Nilton César, que disputou sua reeleição à Câmara de Vereadores, ficou na suplência, não assumiu nenhum cargo na estrutura administrativa do prefeito Tadeu, rompendo com o atual chefe do Poder Executivo nos primeiros meses de sua gestão.

Nilton César, que já foi presidente do diretório municipal do PSB de Lagoa Seca, foi um dos grandes articuladores e apoiadores da campanha de José Tadeu, protagonizando uma enorme briga com o grupo do ex-prefeito de Lagoa Seca, Edvardo Herculano. Em 2012, ele tomou das mãos da ex-primeira dama, Dalva Lucena, a legenda socialista, da qual era presidente. Na época, os ânimos se acirram, mas, agora, o convívio político e social foram restabelecidos.

O anúncio das adesões das duas lideranças políticas serão anunciadas, amanhã, no 'Grande Encontro das Oposições', que acontecerá em um salão de eventos, no bairro do Anacleto.

Da redação

0 comentários: