Acusado de assassinar empresária de Lagoa Seca é preso no Rio de Janeiro

Flávio Esdras Rufino da Silva, de 33 anos, acusado de matar com golpes de tesoura a empresária Mônica Moreira, 39 anos, em agosto do ano passado, foi preso em Três Rios, no interior do estado do Rio de Janeiro.

No momento, o acusado se encontra recolhido na Casa de Custódia Patrícia Acioli, em Niterói, cidade localizada na região metropolitana do Rio de Janeiro. Contra o motorista (pipeiro) ainda existe uma acusação de tentativa de assassinato do enteado da vítima, que tentou impedir o crime e também acabou sendo ferido.

O delegado Iasley Almeida, da 10ªAISP/Campina Grande informou que na próxima semana estará tomando as providências necessárias para recambiamento de “flavita” para a Paraíba, a fim de ser ouvido sobre os crimes de homicídio qualificado e tentativa de homicídio praticados em Lagoa Seca contra a empresária Mônica e o enteado. A autoridade policial representou pela prisão preventiva do acusado que estava foragido desde o dia do crime.

O crime

O crime aconteceu no dia 28 de agosto de 2015. De acordo com a polícia, a vítima teria sido alvo do ataque após cobrar dívida de cerca de R$ 16 mil a um homem que trabalha como pipeiro na região. A mulher chegou a ser socorrida, mas faleceu antes de receber atendimento. O enteado da vítima também foi golpeado durante o ataque com uma tesourada nas costas.

Com redação

0 comentários: