Beneficiários em avicultura alternativa fazem visita à experiência exitosa do Projeto Rio Mamanguape em Lagoa Seca

O trabalho com avicultura alternativa da Associação dos Pequenos Produtores Rurais dos Sítios Retiro e Manguape (Apreman), zona rural do município de Lagoa Seca, é considerada pelo Projeto Rio Mamanguape-Fase II como uma experiência exitosa, por conta disso, representantes de 26 famílias que atualmente são beneficiados com ações da área de avicultura fizeram uma visita à experiência que desde 2005 vem ajudando a melhorar a vida de dezenas de pessoas.

A visita exitosa foi acompanhada pelos técnicos da Coopacne – Cooperativa de Projetos, Assistência Técnica e Capacitação do Nordeste LTDA., responsável pela execução do Projeto, que é patrocinado pela Petrobras, através do Programa Petrobras Socioambiental.

Os pequenos produtores das cidades de Esperança, Montadas e Areial, que atualmente já desenvolvem Projetos Produtivos da área de avicultura, foram conhecer detalhes da atividade em Lagoa Seca e entender como a ação vem dando certo há mais de 10 anos.

Na Ipuaves, os agricultores familiares a agregaram a atividade à sua renda, e por isso, eles se organizaram. Além de criar os animais, eles também comercializam os produtos e hoje, organizados, fornecem aves tanto vivas como abatidas para vários municípios do estado da Paraíba.

“Foi um momento marcante para esses produtores. Em Lagoa Seca, eles tiveram a oportunidade de conhecer a experiência e inclusive, tirar dúvidas de como enfrentar as limitações e dificuldades no trabalho de criação e comercialização das aves. A visita atendeu todas as nossas expectativas” comentou Gerlândio Diniz, técnico em agropecuária, responsável pela implantação e o acompanhamento dos Projetos Produtivos.

Da assessoria

0 comentários: