Visitantes franceses vêm a Lagoa Seca e região conhecer experiências de organizações sociais no meio rural...

Um grupo formado por 11 pessoas, incluindo dois tradutores, ligados à entidade de cooperação internacional Comitê Católico Contra a Fome e a Favor do Desenvolvimento (CCFD) sediada em Paris, na França, visitará o município de Lagoa Seca, além de Campina Grande e região, entre os dias 02 e 06 de dezembro. O objetivo das visitas é contribuir com a formação dos voluntários do CCFD, a partir do contato com experiências concretas nos temas da soberania alimentar, reforma agrária, organização camponesa, alternativas de produção e transformações e desafios dos territórios rurais. 

O grupo está no Brasil desde o dia 22 de novembro, passando pelas cidades pernambucanas de Caruaru, Recife, Olinda e Garanhuns e também por Juazeiro da Bahia, visitando assentamentos ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e comunidades quilombolas, entre outras experiências.

O CCFD tem, atualmente, mais de 900 voluntários em várias partes da França, responsáveis por contribuir com a arrecadação de fundos para os projetos que a entidade apoia em vários países do mundo. Periodicamente, a entidade promove visitas de intercâmbios a países e projetos apoiados.

 As entidades anfitriãs na Paraíba serão o Centro de Ação Cultural (CENTRAC) e a AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia, sediadas respectivamente em Campina Grande e Esperança, na região agreste do estado. Os visitantes irão conhecer experiências no campo da agricultura familiar de base agroecológica e da convivência com o Semiárido nos municípios de Massaranduba, Queimadas, Aroeiras e Mogeiro. 

A visita à Paraíba se inicia na próxima terça-feira, 02 de dezembro com a chegada da delegação à Lagoa Seca, onde ficará hospedada. Já a programação de visitas externas terá início na manhã da quarta-feira, 03 de dezembro, com uma visita à Feira Agroecológica do Território da Borborema, no Museu do Algodão em Campina Grande. Em seguida, os visitantes conhecerão experiências de produção com a cisterna de 52 mil litros do Programa Uma Terra e Duas Águas da Articulação Semiárido Brasileiro (ASA Brasil), em dois assentamentos do município de Mogeiro, no território do Fórum de Lideranças do Agreste (FOLIA).

No dia 04 de dezembro, quinta-feira, o grupo conhecerá um dos municípios que integram o Polo da Borborema, articulação de sindicatos rurais de 14 municípios, assessorada pela AS-PTA em Massaranduba, na comunidade de Cachoeira de Pedra D’água. Na sexta-feira, dia 05, pela manhã eles participam da mobilização que vai lembrar os dois anos de assassinato da jovem liderança do Polo da Borborema, Ana Alice, que deve reunir por volta de 500 pessoas em Queimadas. À tarde, o grupo permanece no município, visitando o sítio Lutador, para conhecer experiência comunitária de sementes, arborização, criação e fundo rotativo solidário.

No sábado, dia 06 de dezembro, os franceses participarão da inauguração da feira agroecológica de Aroeiras. No mesmo dia, visitarão agricultores que comercializam na feira. A visita à Paraíba será encerrada no sábado, dia 06 de dezembro. Já a visita ao Brasil se encerra com a realização de um seminário em Olinda, no dia 08 de dezembro, após isso, os visitantes retornam à França.

Com assessoria

0 comentários: