Lagoa Seca celebra o Dia Nacional da Cultura com dança, recital e palestra...

Com a ausência do secretário municipal de Cultura, Felinto Félix, a Secretaria de Cultura, por meio do Departamento de Cultura da Prefeitura de Lagoa Seca, em parceria com o Ponto de Cultura Ypuarana, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e do Rotary Clube/LS comemorou, na noite desta quarta-feira, 05, na Câmara de Vereadores, o Dia Nacional da Cultura, instituído no Brasil por meio da Lei Federal de 19 de maio de 1970. 

A data celebra o nascimento de um dos mais importantes personagens da História do Brasil: Rui Barbosa, intelectual, jurista, político e jornalista, que nasceu em 5 de novembro de 1849.

Com poucas pessoas presentes ao evento, exceto alguns gestores de secretarias e chefes de departamentos da PMLS convidados, além do ex-prefeito João Jerônimo, da vice-prefeita Eleuza Barbosa, do prefeito José Tadeu, vereadores e alunos da rede municipal de ensino, a programação teve início com a apresentação – em forma de slides – dos trabalhos desenvolvidos (2013-2014) pelo Departamento de Cultura. A explanação foi feita por Ulisses Santos, chefe do setor, que falou ainda de um outro momento importante que será celebrado esse ano pela Secult: o Dia da Consciência Negra, comemorado no dia 20 de novembro.

Segundo o chefe do Departamento de Cultura, Ulisses Santos, o objetivo do evento foi de fazer com que as pessoas interajam ainda mais com a cultura em suas diferentes manifestações. “É um dia extremamente importante, visto que a cultura também produz identidades e é responsável pela disseminação de artes na cidade. As pessoas respiram cultura o tempo todo e queremos, cada vez mais, formar pessoas sensíveis à arte”, declarou.

Ao abrir a programação do Dia Nacional da Cultura, o Grupo de Danças Populares Ypuarana fez uma rápida apresentação, trazendo elementos da cultural regional. Em seguida, o poeta Lau Siqueira, presidente da Funesc - Fundação Espaço Cultural da Paraíba, proferiu palestra. Na ocasião, o gestor público contextualizou as iniciativas e ações do Governo do Estado com relação ao fomento da cultura popular, fazendo, oportunamente, questionamentos e reflexões acerca das mais variadas formas de cultura.

O ponto alto do Dia Nacional da Cultura comemorado na cidade foi o recital e lançamento do folheto “Pequena História de Lagoa Seca em Cordel”, de autoria do poeta cordelista Josafá de Orós, que também colabora tecnicamente com as demandas do Departamento Municipal de Cultura da Prefeitura de Lagoa Seca.

Para o jornalista Hélder Loureiro, membro do Conselho Municipal de Cultura de Lagoa Seca, "cultura é o conjunto de costumes, tradições, conhecimentos, instituições e valores partilhados por determinado grupo social que seguem um padrão. São as manifestações intelectuais, sociais e artísticas que caracterizam determinada sociedade. No Brasil, não podemos falar de uma única cultura, mas de culturas plurais que o formam. Expressões diferentes, com distintas maneiras de ser, viver, conviver e de fé múltipla, que se vão modificando de região para região". 

Ao final do evento foi servido um coffee breack, no anexo da Câmara de Vereadores, com sarau poético e performance musical. 

Da redação

0 comentários: