Geovaneto Vilar analisa resultado das eleições em Lagoa Seca. Cenário pós-eleitoral pode influenciar em nova conjuntura. Saiba mais...

Fazendo algumas análises sobre os resultados em Lagoa Seca das eleições para presidente e governador, pudemos constatar alguns fatos que podem servir de reflexão para os próximos pleitos e direcionamentos políticos de nosso município.

Eleitorado

De acordo com os dados fornecidos pelo TSE, tivemos 18.092 eleitores aptos para votar nessas eleições sendo que 48% de homens e 52% de mulheres. 19% têm até 24 anos, 45% estão entre a faixa de 25 e 44 anos, ou seja, 8.097 eleitores, o que representa a maior parcela de eleitores de nosso município. 31% dos votantes encontram-se na faixa de 45 a 69 anos. Apenas 5% estão acima dos 69 anos de idade. Desta forma, podemos observar que o nosso município segue a tendência nacional de um eleitorado mais maduro.

Faixa Etária
Homens
Mulheres
Total
% Faixa
16 anos
  42
  48
  90
0,50%
17 anos
  151
 161
 312
1,72%
18 a 20 anos
 677
 709
 1.386
7,66%
21 a 24 anos
 805
 899
 1.704
9,42%
25 a 34 anos
 2.138
2.256
 4.394
24,29%
35 a 44 anos
 1.733
 1.970
 3.703
20,47%
45 a 59 anos
 1.855
  2.086
 3.941
21,78%
60 a 69 anos
  793
   874
 1.667
9,21%
70 a 79 anos
 370
391
 761
4,21%
Superior a 79 anos
  69
65
134
0,74%
Total
   8.633
 9.459
 18.092


Quanto ao total do eleitorado apto nessas eleições, houve uma redução de 7,6% quando comparado a última eleição para prefeito. Eram 19.583 eleitores e em 2010 eram 18.314, conforme os dados do Tribunal Superior Eleitoral.Após o recadastramento biométrico, essa redução é verificada também em municípios circunvizinhos a exemplo de Campina Grande em que a queda foi de 6%.

O percentual médio de comparecimento no primeiro turno foi de 92% e no segundo turno foi de 92,7%. Nos respectivos turnos, foram 16.580 e 16.717 eleitores que compareceram nestas eleições. No entanto tivemos um maior comparecimento nas seções do Alvinho chegando a 96% no segundo turno. O menor percentual de comparecimento ocorreu na escola Frei Manfredo chegando a 89,1% no primeiro turno.




1º TURNO
2º TURNO
LOCAL DE VOTAÇÃO
Seções
Eleitores
Votaram
%
Eleitores
Votaram
%
1
Escola Estadual
18
         5.957
         5.471
91,8%
         5.959
         5.494
92,2%
2
Campinote
7
         1.528
         1.406
92,0%
         1.528
         1.412
92,4%
3
Frei Manfredo
11
         3.437
         3.061
89,1%
         3.437
         3.123
90,9%
4
Alvinho
5
         1.619
         1.540
95,1%
         1.619
         1.554
96,0%
5
Irmão Damião
16
         4.804
         4.419
92,0%
         4.804
         4.448
92,6%
6
Chã do Marinho
3
            743
            683
91,9%
            743
            686
92,3%

1º Turno

Para a presidência da República, a candidata Dilma reverteu o quadro das eleições de 2010 quando perdeu para o candidato José Serra. Ganhou tanto no número de votos com 6.507 quanto no número de urnas, 50, sendo assim de forma bastante expressiva. Houve ainda uma urna com empate. O candidato Aécio Neves conseguiu menos votos que José Serra na outra eleição, extraindo 5.136 votos vencendo em apenas 9 urnas.

Já para governador, o candidato Cássio ganhou em todas as urnas com uma votação expressiva computando 9.650 votos. Por outro lado, o candidato a reeleição Ricardo Coutinho conseguiu 3.054 votos.

2º Turno

No segundo turno ocorreram algumas mudanças no quadro. Com o acirramento polarizado entre Dilma e Aécio, a candidata perdeu no número de urnas chegando a vencer em apenas 27. O candidato Aécio passou para 31. Tivemos também duas urnas em que os candidatos empataram a votação. Mesmo assim Dilma vence no cômputo geral de votos com 7.894. A diferença diminuiu bastante já que Aécio alcançou 7.291 votos no município. Percebe-se que Dilma aumentou em 21% a sua votação no segundo turno. Já Aécio conseguiu 45%. O maior crescimento de Aécio foi na Chã do Marinho com 63%, porém numa região que representa cerca de 4% do eleitorado municipal.


LOCAL DE VOTAÇÃO
1º TURNO
2º TURNO
DILMA
AÉCIO
DILMA
AÉCIO
1
Escola Estadual
 1.951
 1.888
 2.376
2.641
2
Campinote
  762
 293
 863
 420
3
Frei Manfredo
   1.088
999
1.378
 1.426
4
Alvinho
 652
 399
831
 542
5
Irmão Damião
 1.688
1.433
2.024
 2.060
6
Chã do Marinho
 366
 124
422
202

TOTAIS
 6.507
5.136
7.894
7.291

Na votação para governador tivemos um crescimento expressivo dos eleitores de Ricardo Coutinho passando de 50%. A região do Alvinho que representa 9% do eleitorado aumentou em 65% para o candidato a reeleição. Já o candidato Cássio conseguiu atrair apenas 8% a mais que o primeiro turno. Outro fato observado é que o candidato Cássio mesmo vencendo em todas as urnas novamente, chegou a perder alguns votos em duas seções.


LOCAL DE VOTAÇÃO
1º TURNO
2º TURNO
RICARDO
CÁSSIO
RICARDO
CÁSSIO
1
Escola Estadual
 1.951
  1.888
  2.376
  2.641
2
Campinote
 762
 293
 863
 420
3
Frei Manfredo
 1.088
  999
  1.378
1.426
4
Alvinho
    652
 399
831
  542
5
Irmão Damião
1.688
 1.433
2.024
2.060
6
Chã do Marinho
 366
  124
 422
 202

TOTAIS
3.054
9.650
4.511
10.453

No âmbito federal podemos observar que Dilma reverte o quadro de 2010 em que perde nos dois turnos para o então candidato José Serra. Mesmo com uma vitória apertada, a candidata e presidenta Dilma confirma a força do PT e da simpatia do povo pelo projeto em andamento sobre o seu principal opositor, o PSDB.

Já na esfera estadual, observa-se que Ricardo Coutinho consegue reduzir a diferença de votos e ainda aumentar de 32% para 43% comparando os seus votos ao de seu opositor, fenômeno este ocorrido na maioria dos municípios.

Podemos também constatar que o governador reeleito Ricardo Coutinho ainda teve uma expressiva votação em Lagoa Seca sabendo da influência histórica recebida pela região da Borborema.Conseguiu atrair basicamente a maioria dos votos dos eleitores dos demais candidatos, indecisos e que não votaram no primeiro turno. Por outro lado, essa votação poderia ter sido melhor tendo em vista que vários correligionários do prefeito aderiram veemente a campanha de Cássio.

Vale ressaltar que o resultado final destas eleições refletem algumas mudanças no pensamento do eleitor principalmente no âmbito estadual. Para muitos que acreditavam na vitória certa do até então imbatível e principal representante da família Cunha Lima, foi uma verdadeira frustração.  Na verdade a vontade do povo refletiu e observou a força do trabalho emplacada pelo atual governador.

A reboque, o atual prefeito José Tadeu ganhou fôlego e resistência na atual conjuntura. Isso lhe garante uma maior autonomia para repensar o seu grupo e quem sabe atrair novos adeptos para a sua base aliada. Veremos brevemente o desenrolar dessa nova história.

Por Geovaneto Vilar

0 comentários: