Catadores/as e gestores públicos de Lagoa Seca participam de oficina sobre gestão de resíduos sólidos...

Com o tema “Cooperar para melhor Coletar” a Prefeitura Municipal de Lagoa Seca, em parceria com o CENTRAC – Centro de Ação Cultural realizou, nesta quarta-feira, 20, das 08h00 às 12h00, no auditório da Câmara de Vereadores, o primeiro seminário para discutir a destinação dos resíduos sólidos e a busca de melhorias nas condições de vida e de trabalho dos catadores de lixo do município. 

Durante os debates foram discutidas questões importantes sobre a gestão municipal dos resíduos sólidos e aspectos a serem considerados para elaboração dos planos, programas e ações que considerem a inclusão socioeconômica de catadores de materiais recicláveis na efetivação da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Participaram dos debates diversas organizações públicas do município, como secretaria de Ação Social,  Departamento do Meio Ambiente da Prefeitura de Municipal e membros da sociedade civil lagoasequense. Na ocasião, foi lançada a campanha “recicle seu preconceito e o transforme em respeito!”. A proposta é de demonstrar a importância do trabalho dos catadores de lixo para o meio ambiente e para o desenvolvimento da sociedade como um todo. 

Para a secretária de Ação Social, Fátima Demétrio, “mais do que se adequar à legislação vigente, pretendem propiciar um momento de problematização da questão do lixo em vista da elaboração do Plano Municipal de Resíduos Sólidos, com ações do poder público junto às famílias no sentido de estimular à prática salutar de separar o lixo de acordo com seu tipo e destinações específicas”. 

O primeiro seminário faz parte da primeira do ciclo de oficinas do processo de formação do Projeto “Cooperar para Melhor Coletar e a Vida melhorar: apoio as condições de vida e trabalho de catadores de materiais recicláveis do município de Lagoa Seca e Queimadas”, que prevê ainda uma série de cursos sobre os temas: economia solidária e direitos humanos, entre outros. O projeto tem o apoio do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) por meio da Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES).

O seminário foi finalizado com a avaliação dos participantes, e todos os presentes afrimaram estarem muitos satisfeitos com a formação, ressaltando em uma palavra de que forma a oficina contribuiu para o seu trabalho, no que se refere a constituição de direitos para os/as catadores/as no âmbito municipal. O resultado dos trabalhos em grupos durante as oficinas realizadas, que foram elaborados por catadores/as e gestores/as, serão encaminhados à secretaria que está responsável pela elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos de Lagoa Seca, para comporem as diretrizes e metas desse instrumento.

Da redação

0 comentários: