Agentes Comunitários de Saúde denunciam colega por favorecimento e o chama de traidor...

Numa estratégia clara de tentar diminuir a pressão que vem sofrendo nos últimos dias pelos Agentes Comunitários de Saúde e demais funcionários da secretaria de Saúde de Lagoa Seca, o prefeito José Tadeu Sales de Luna (PSC), resolveu nomear o coordenador de uma comissão criada para defender a categoria com um cargo de confiança do município.

O beneficiado pela ação foi o agente comunitário Alexandre Guedes, que atua na região da Chã do Marinho. Durante vários anos, Alexandre credibilidade conta de sua postura sólida de liderança independente, sempre em favor dos interesses da categoria. No governo do ex-prefeito Edvardo Herculano (PSDB) o jovem ACS comprou literalmente a ‘briga’ em defesa dos profissionais, no entanto, resolveu aceitar o convite do atual gestor e surpreendeu todos os seus colegas de trabalho.

Em assembleia realizada na última quinta-feira, 21, na Câmara de Vereadores de Lagoa Seca, os profissionais rejeitaram a postura do até então, ‘líder e companheiro de lutas’, chegando a classificá-lo como traidor. Na ocasião, os profissionais ainda denunciaram uma espécie de favorecimento do ACS, que além de ocupar um cargo comissionado, teria mais dois outros vínculos empregatícios com o município. Um deles seria o cargo de professor do Programa Alfabetização Solidária.

Os ACS's também denunciaram que Alexandre Guedes não estaria dando seu expediente na comunidade e ameaçaram acionar o Ministério Público.

Da redação,
com informações de Márcio Rangel

0 comentários: