Mãe de jovem assassinado na porta de casa na zona rural de Lagoa Seca cobra investigação da polícia...

 A mãe do jovem Leandro dos Santos Silva (foto), que tinha 21 anos e foi assassinado na zona rural do município de Lagoa Seca, no Agreste do estado, cobrou ação das autoridades policiais na investigação do caso.

Em entrevista concedida ao jornalista Márcio Rangel da TV Correio/Record, Jardilene da Silva Santos contou que seu filho não tinha envolvimento com ações criminosas e pode ter sido morto por engano. “Meu filho era conhecido no sítio e todos gostavam dele. Vivia trabalhando e não fazia mal a ninguém. Eu quero que a polícia prenda quem fez isso com ele, porque meu filho não era bandido” desabafou.

Leandro dos Santos foi vítima de uma emboscada na noite da última terça-feira, dia 10, quando chegava em sua casa, no sítio Lagoa do Gravatá.

De acordo com a família do agricultor, ele foi atingido por três tiros de revólver quando ainda estava em cima de sua motocicleta.

Após o crime, os bandidos fugiram e a vítima foi socorrida para o Hospital de Trauma de Campina Grande onde permaneceu internado em estado grave até as 04h30 desta sexta-feira, 13, quando teve confirmado o seu falecimento.

O caso foi registrado na delegacia de Lagoa Seca e a Polícia Civil investiga o caso. Até o fechamento desta matéria, nenhum suspeito havia sido detido.

Da redação

0 comentários: