Mulher é presa acusada de participação em latrocínio de comerciário de Lagoa Seca...

A Polícia Civil prendeu nessa quarta-feira, 28, a mulher acusada de participar de um  latrocínio ocorrido na última segunda-feira, 26, no Centro da Campina Grande. A vítima, o comerciário José Zacarias da Silva, 63, foi morta após reagir ao assalto quando ia fazer um depósito de uma loja que trabalhava. Thayná Dayane Veríssimo da Silva, 18, recebeu voz de prisão ao se apresentar na delegacia, ao lado do advogado.

Ela admitiu ser a mulher que aparece ao lado do homem que atirou em seu José Zacarias, mas negou que sabia do assalto. “Ela contou que iria fazer um programa com o comparsa. Nós já havíamos localizado a residência dela e o escritório do advogado que ela procurou para pedir orientações. Ela foi aconselhada a se entregar e agora vai responder pelo crime”, disse o delegado Henry Fábio.

Na delegacia, Thayná não quis informar o nome do homem que matou o comerciário, mas a polícia já tem pistas de alguns suspeitos e continua as investigações. A acusada tem histórico de crimes e chegou a ser presa por furto.

A contribuição da população foi importante para que Thayná resolvesse se entregar. A Polícia Civil continua à procura do comparsa dela e reforça o pedido para que qualquer informação sobre o foragido seja repassada para o número 197. O sigilo é absoluto.

Da redação,
com assessoria

0 comentários: