Coordenador do Ponto de Cultura Ypuarana participa de audiência com a Ministra Marta Suplicy...

No Dia Internacional da Dança, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, recebeu em seu gabinete, em Brasília, representantes do Colegiado Setorial de Dança para comemorar as ações já desenvolvidas e ouvir as demandas do setor. O fortalecimento dos editais e ações de valorização da linguagem artística estavam na pauta do encontro, que foi acompanhado também pelo presidente da Funarte, Guti Fraga. No encontro com a ministra esteve presente o coordenador do Ponto de Cultura Ypuarana de Lagoa Seca, Hipólito Lucena.

"No dia Internacional da Dança estou aqui cercada por vocês, que trouxeram ideias e reivindicações para o nosso trabalho. Vocês podem ter certeza que temos grande consideração pela dança. Parabéns a todos!", declarou a ministra em mensagem aos bailarinos, dançarinos e coreógrafos e demais profissionais dessa linguagem artística.

Em um dia de comemorações, Marila Velloso lembrou que a produção na dança tem sido muito potente e as demandas vêm crescendo significativamente nos últimos 15 anos. "Queríamos trazer essas informações para a ministra de forma a dar continuidade às ações com o apoio do MinC", declarou a dançarina e professora de dança de Curitiba ao sugerir que o edital Klauss Vianna se desdobre para atender a especificidades de grupo com maior tempo de experiência. O Prêmio de Dança Klauss Vianna é um dos mais importantes editais da Funarte e selecionou 82 projetos na edição de 2013, com investimentos totais de R$ 6 milhões e premiações entre R$ 44 mil e R$ 100 mil.

A ministra salientou a importância do edital e apresentou a ideia de trazer para o próximo ano a possibilidade de duas premiações, uma específica para atender ao critério temporal dos grupos e companhias de dança.  

Outro ponto apresentado pelos representantes é a falta de espaços para as apresentações. A ministra explicou que o MinC observou esta demanda já no encontro com os jovens durante o Curto-Circuito da Juventude. "Estamos pensando em estratégias para que os atores culturais tenham seus palcos. Na Funarte do Rio de Janeiro, o presidente Guti abriu o palco para apresentações a cada 15 dias", contou a ministra. A primeira apresentação acontece em 27 de maio.

Outro espaço para os dançarinos são os CEUs. Marta Suplicy explicou que "pode-se adequar as salas dos CEUs para a vocação de cada localidade. Para a dança é possível ver com os prefeitos para a adequação da sala com o piso, barras e demais equipamentos necessários".

Por Lara Aliano

0 comentários: