A Diocese de Campina Grande realiza neste domingo a XVI edição da Caminhada Penitencial...

A Diocese de Campina Grande realiza, neste domingo, 6, a XVI edição da Caminhada Penitencial. O percurso de 8 km entre a Catedral Diocesana e o Convento Ipuarana, em Lagoa Seca, no Agreste paraibano é marcado pelo sacrifício e meditação.

Neste período da Quaresma, os fieis católicos aprofundam suas orações na preparação para a Páscoa, e a Caminhada Penitencial já é uma tradição, reunindo uma média de 35 mil pessoas nos últimos anos.

A Caminhada acontece sempre um domingo antes do Domingo de Ramos, que abre a Semana Santa. No percurso, é comum presenciar pessoas descalças, rezando o terço, pessoas com deficiência e até crianças.

“Tudo isto é a demonstração de fé do povo. Eles pagam promessas para agradecer graças alcançadas ou fazer pedidos especiais. As pessoas se emocionam porque sentem a grandeza do amor de Deus e sabem que ali estão fazendo apenas um pequeno sacrifício”, explica Dom Manoel Delson, bispo de Campina Grande.

Para o Pe. Márcio Henrique, Vigário Geral e organizador da Caminhada Penitencial, este é um dos momentos mais fortes da vivência da quaresma.

“O povo se reúne e vem participar deste momento numa forma de intensificar a sua vivência quaresmal. Até quem não aproveitou a quaresma para buscar uma rotina de orações e sacrifícios, vem participar da caminhada, buscando a misericórdia e a graça Divinas”, diz o padre.

A Caminhada Penitencial tem um percurso de, aproximadamente, 4 horas e conta com pontos de apoio para distribuição de água, assistência médica, carro de apoio e trio elétrico para o grupo de animação e oração. Conta também com os apoios da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Exército Brasileiro, Samu, entre outros.

Com redação

0 comentários: