Secretaria de Cultura apresenta nova proposta para Cavalgada do Agricultor de Lagoa Seca...


A figura do vaqueiro aboiador, valente “herói do Sertão”, ainda se mantêm como uma das mais significativas fontes da rica iconografia da cultura nordestina. Homem de bravura e obstinação, de pele marcada pelo sol e mãos encrespadas pelo diário e árduo trabalho, o vaqueiro também é conhecido pelo apego às tradições do seu povo, bem como pela sua fé, força que os norteia pelos difíceis caminhos da caatinga.

Para manter viva essa figura da tradicional cultura nordestina, a Secretaria de Cultura de Lagoa Seca convocou e se reunião nesta terça-feira, 14, com a comissão organizadora da Cavalgada do Agricultor para discutir uma nova proposta para o evento, que esse ano acontecerá em sua terceira edição, no primeiro final de semana do mês de agosto. 

Estiveram presentes Eliane da Chã do Marinho, Noaldo Andrade, Roberto Coelho, Adriano Sérgio, Vicente Barbosa, Pedro Fialho. Mandaram suas contribuições Zequinha, Laerte e Grijalma Maracajá. A reunião foi conduzida por Josafá de Orós e Ulisses Santos, que contou com a participação de Hélder Loureiro. 

Segundo Josafá de Orós, a Secult apresentou e debateu com os represantes da cavalgada um nova configuração para o evento, que promete ser um dos maiores atrativos culturais da região, atraindo interesses para o desenvolvimento do turismo rural. Novos elementos da cultura regional podem ser incorporados, elevando o nível do cavalgada.

A Cavalgada do Agricultor de Lagoa Seca é promovida pela Associação de Desenvolvimento  Econômico, Social e Comunitário da Chã do Marinho, presidida atualmente por Eliane de Chã do Marinho. 

Projeto "Cinema, Pipoca e Poesia"

O  Projeto Cinema, Pipoca e Poesia promovido pela Secretaria Municipal de Cultura volta à cena nesta quinta-feira, 16, para exibir, a partir das 18h00, na Vila Ipuarana, comunidade periférica da zona rural de Lagoa Seca para exibir o filme O Palhaço. Muita pipoca e poesia serão degustadas por aquelas pessoas que se fizerem presentes a exibição do longa.

O  Projeto Cinema, Pipoca e Poesia tem com foco principal levar à população da zona rural a arte cinematográfica, isto é, a exibição de filmes nacionais e regionais, como forma de proporcionar lazer e cultura às pessoas moradoras distantes da cidade.

Para Ulisses Santos, diretor do Departamento de Cultura, o projeto vem atraindo um grande público por onde tem passado. "Graças a Deus estamos vendo o resultado do trabalho que teve início no segundo semestre do ano passado. Nosso calendário de exibições já está fechado para os meses de janeiro e fevereiro. Muito entretenimento e cultura serão espalhados em vários campos de nossa zona rural, tecendo um novo tempo na vida de muitas pessoas que também anseiam por lazer", ressaltou.

Sinopse:

O Palhaço conta a história vivida pelo palhaço Benjamin (Selton Mello) e seu pai Valdemar (Paulo José) num circo mambembe durante os anos 70.3 Benjamin, então, decide viver como um funcionário comum e isto afeta todos ao seu redor e ele próprio.3 Posteriormente, triste, cai na real e vê que ser palhaço é a única coisa que pode fazer e que faz as pessoas rirem espontaneamente.

Produzido em 2011, a direção do filme "O Palhaço" é de Selton Mello. O elenco é composto por Selton Mello (Benjamin/Palhaço Pangaré), Paulo José (Valdemar /Palhaço Puro Sangue), Larissa Manoela (Guilhermina), Giselle Mota (Lola) e Teuda Bara (Dona Zaira). 

Para Josafá de Orós, coordenador do projeto, o filme surpreende quem espera encontrar uma comédia barata ou momentos de risos, pois o filme apesar de seus momentos engraçados, tem um foco na busca humana pela satisfação e o drama pessoal vivido pelo personagem central que vai muito alem de fazer graças para os outros rirem, mas sim buscar graça na vida.

O Palhaço”, é um filme para emocionar, alegrar e surpreender-se, tudo isso envolvidos com uma belíssima trilha sonora, elenco selecionada com maestria e atuações impecáveis de Paulo José, Selton Mello e Moacyr Franco", ressalta Josafá.

O filme é um sucesso de critica e de público. 

Da redação

0 comentários: